Singularidade: patos, águias e galinhas